31/12/2007

Senta, que lá vem a estória.

Por dentro da cabeça do blogueiro.


Cobra-me o cérebro, o desejo de feliz ano para os leitores.


Feliz ano leitores!
Pronto.

Alguém aqui reluta. Acho muito frio e "cordial". Só pra dizer que o fez, que não passou em branco.

É interessante desejar pessoalmente, com abraço, sinceridade, atenção, aperto de mão e o sorriso.
Ah, mas já que não pode ser assim, que o seja por aqui!
Agindo assim, não seria verdadeiro, mas o cumprir tabela.
Pelo menos o fez!

(...)
Não levam a mal quem decidiu assim fazê-lo. É briga interna aqui.

A maneira que encontrei foi reservar um tempo pra ligar para algumas pessoas e enviar e-mails para desejar coisas boas para elas e também conversar. Além dos desejos para alguns queridos blogueiros. Vivemos reclamando da ausência de tempo em nossas vidas para o cultivo de certas cousas.
Certamente esquecerei de alguéns. Se lembrar, tentarei mandar a carta virtual mesmo tardiamente. É o mínimo. Agora, dou início à maratona.

-----
Frases do dia:

Fora grevista!
Vc não paga faculdade e ainda quer protestar!
Volte pra sala de aula, é lá o seu lugar! Não na rua atrapalhando o trânsito!
Onde já se viu, a universidade vazia?
Seus pelegos!

Um comentário:

SAMANTHA ABREU disse...

ê menino briguento!

ahahaha
beijo!