23/04/11

Mudança de Casa

Não consegui ressignificar o Notícias Mentirosas, até tentei, mas não rolou, muitas coisas mudaram e este blog acabou sendo espelho/reflexo do que vivi e do meu amadurecimento durante o período da universidade. Assim, para manter meu próprio estímulo na ativa, precisei de um novo espaço, (bem como revisitar algumas tags deste blog, constatando dessa maneira o óbvio: a faculdade de jornalismo, bem como o trabalho técnico de assessoria de imprensa, ainda que no campo da arte, me esfacelou o lado da prosa, da crônica).

Enfim, agora o novo blog é o Enxamas. Convido-os como se fosse na minha casa, com a maior sinceridade e vontade de recebê-los possíveis. Até lá!

09/06/10

A hora da verdade

Esperava enquanto chegaria a hora da verdade: o momento em que o extrato da conta bancária acabasse de ser impresso.

06/06/10

Flashs da Feira do rolo

Acho que o Partido Verde devia comprar aqui, acho que o Partido Verde devia comprar laranja lima, acho que o Partido Verde... - gritava a feirante cada vez mais exaltada sob o sol de outono, que praticamente não esquenta.

Quem fazia a feira era Clodoaldo Gazzeta e sua esposa, ele, uma das principais figuras do Partido Verde local.

Quem deu a mão primeiro foi a feirante, dizendo boa tarde, vamos levar laranja, gosto do partido, o senhor que vem sempre aqui, as laranjas limas, o almoço em família - despertando ainda mais o colorido da feira do rolo, típica do domingo baurulino.

---
Desde que mudei-me da tia Neyde para a casa-escritório-sede do @enxamecoletivo, há cerca de um mês, passamos a comer muitos vegetais diversos, pouca proteína de carne e ir à feira comprar as leguminosas que, aliás é um hábito incrível; extremamente novo pra mim. Ainda que alguns produtos sejam mais caros que o mercado, a vida, o contato com feirantes, com os alimentos frescos e o caminhar naquelas ruas, tem sido a melhor maneira de se começar o domingo.

Há dois domingo atrás, fomos à feira, dessa vez para filmar a Bruna Roncaria (guiga) correndo de vestido de bailarina/noiva. A ideia, todinha da cabeça da Guiga, era essa mesmo: correr freneticamente pela feira, enquanto uma câmera a seguida, várias tomadas, ângulos e posições. O non sense é fundamental pras nossas vidas gente. Enaltece. Assim como a possibilidade do audiovisual. (As frutas, leguminosas, as pessoas e as cores também estão no audiovisual - a ser editado quando conseguirmos desafogar o cotidiano).

13/03/10

Homenagem

Quebro o gelo do blog para perguntar onde é que (ou como faz para) fomentarmos a paz.
Agora os amigos podem entender um dos motivos da fuga da capital cinza.

Através do Jornal O Rebate, descobri que está rolando uma homenagem imensa online para o Glauco,  no Universo HQ. Vários cartunistas fizeram trabalhos como estes:




#luto #glauco