07/05/2008

Há quanto tempo os índios nesse país estão em busca de terras?

foto: daqui.

Ontem, cerca de 8 índios foram baleados (de novo) em Roraima, por causa de conflitos (de novo) envolvendo a posse de terras. Os tiros foram disparados por funcionários da fazenda do prefeito da cidade de Pacaraima, Paulo César Quartiero (DEM) (e também presidente da Associação dos Rizicultores de Roraima). A fazenda Depósito, de Quartiero, onde há largo cultivo de arroz, situa-se no meio da reserva Serra/Raposa do Sol.
Quartiero disse que seus funcionários só atiraram pois foram recebidos a flechadas pelos índios.
Uma pausa. Como pode ter sido conflito se (de novo) só há feridos de um lado apenas?

A região é legalmente indígena (há cerca de 20 mil índios lá). Em 05 o presidente Lula decretou de vez que as terras eram dos índios, e cabia à PF (de novo) retirar os não-índios da região. Mas, segundo a Folha, em abril deste ano, o STF (de novo) concedeu limiar ao governo de Roraima suspendendo a ação da PF. A medida (que mantém as áreas (ilhas) de cultivo de arroz na região) vai de encontro ao interesse (de novo) dos arrozeiros que têm grande apoio político na região.
Agora, na semana que vem o STF irá definir se a área será exclusivamente dos índios ou se terá, no meio dela, as "ilhas" de cultivo arrozeiro.

E como foi que tudo começou? (de novo) Ganância.
Na década de 80, posseiros invadiram as terras da reserva dos índios, dando início aos eternos conflitos.

O programa Falando em Política gravado sexta passada, o qual tive o prazer de locutar, explica bem o assunto em Roraima. Ouça (apenas com winamp).

----
Sábado, a caminho da chácara do casamento da minha prima, havia um recanto chamado "Recanto dos Bandeirantes". Comentei, mas me chamaram radical: "bandeirantes não eram os caras que matavam índios? Pô, e os caras ainda ganham uma homenagem?".
Bom, deixa pra lá.

2 comentários:

Revista disse...

Fala Gabriel, tudo bom?
Nas frases de maio de 68, ficou faltando a preferida do Caetano e da esquerda festiva brasileira que o vaiou violentamente no Festival da Canção: "É proibido proibir".

Tô passando para informar que tô com blog novo na área:
http://daniel-faria.blogspot.com
Que é uma extensão da Revista Wave, que por sua vez está aguardando sua colaboração. Vai lá!
http://www.revistawave.com

Abraços!

Revista disse...

Opa, tô logado como Revista Wave. Mas sou eu, o Daniel :D