05/09/2008

o Agora

Se não quer sentir o horrível peso do Tempo
Que pesa sobre os seus ombros e o esmaga,
Embriague-se sempre.

Com quê?
Com vinho, poesia ou virtude.
Com o que quiseres.
Mas embriague-se.
-baudelaire

Os posts do Blog da Renata são muito bons.

4 comentários:

Mel disse...

Que peso do (ic!) tempo?
Mano, passei aqui pra dizer que admiro seu blog.
Abraço!

SILVIA disse...

ISSO É QUASE UM FIVE I'S. :)
Os poetas de hoje diriam: FRIIIIIITA!
RRSRS
BJO

Babi disse...

Ahhh j´aime le petit Baud!!!!
Bises mon ami!!!!

Cris disse...

Eu apóio! :)